Menu

Prazo Agregado: o progresso do projeto

O Prazo Agregado está sendo cada vez mais utilizado nas organizações em função das deficiências do SPI (Schedule Performance Index). Embora o Prazo Agregado também utilize o conceito de Earned Value, ele evidencia a posição do projeto na “linha do tempo prevista”. 

A variação de prazo mede "o quanto" o projeto está adiantado ou atrasado, sendo calculado pela fórmula "Prazo Agregado - Prazo Planejado".

 

 

CPI: o indicador de custos do projeto

O CPI (Cost Performance Index) é o indicador que mostra a performance de custos nos projetos. Em língua portuguesa foi traduzido por IDC (índice de Desempenho de Custos). Este indicador está contido no Guia PMBOK. Utiliza o conceito de Earned Value (Earned Value).

 

 

 

TCPI: o indicador futuro de custos no projeto

O TCPI (To-Complete Performance Index) é o indicador de custos (futuro) de um projeto para que ele seja encerrado no orçamento previsto. Por isso é que se diz que o CPI (Cost Performance Index) mostra o indicador passado e o TCPI, o indicador futuro.

Evidentemente, que esse indicador só tem sentido se o custo já incorrido no projeto for inferior ao orçamento.

Caso queira ver o vídeo sobre CPI: clique aqui. 

SPI (Schedule Performance Index): ajuda ou atrapalha?

O SPI (Schedule Performance Index) é o indicador que mostra o progresso do projeto em termos de prazos. Este indicador está contido no Guia PMBOK. Utiliza o conceito de Earned Value (Earned Value) e não considera o Caminho Crítico do projeto, um dos motivos de tantas críticas. Por isso, o Prazo Agregado vem sendo implementado em muitas organizações.

Para saber mais do SPI, leia o artigo "8 verdades e mentiras sobre o indicador de prazos em projetos: SPI ou IDC".

 

Indicadores de Gerenciamento de Projetos

Os indicadores de gerenciamento de projetos evidenciam o progresso dos projetos em determinadas dimensões, como: qualidade, prazos, custos, satisfação do cliente/usuário. Os indicadores podem ser criados na própria organização ou podem ser indicadores padrão de mercado, como é o caso do CPI (Cost Performance Index) e SPI (Schedule Performance Index), respectivamente para gestão de custos e gestão de prazos (contidos no Guia PMBOK). Saiba também por que a criação de indicadores deve ser criteriosa: há vários custos envolvidos.

Projetos: Inovação x Melhoria

Conceitualmente todos os projetos têm duas características básicas: temporalidade (finito no tempo) e singularidade (geram algo único). Mas, o que diferencia um projeto de inovação de um projeto de melhoria? Segundo o professor catalão Xavier Ferrás (autor de Innovación 6.0, Plataforma Editorial, 2010) um projeto de inovação é aquele de alto risco e de alto diferencial competitivo para a organização. Um projeto de melhoria, por seu turno, é aquele de baixo risco e de baixo diferencial competitivo.

Escritório de Projetos: implantação

A implantação de um Escritório de Projetos pode ser efetuada de duas formas distintas: "top down" (de cima para baixo) e "bottom up" (de baixo para cima). Confira as características e vantagens de cada modalidade.

Leia mais ...

PMO: indicadores para acompanhamento de projetos

Os indicadores de progresso de um projeto avaliam seu desempenho em tempo de execução. Um conjunto de documentos devidamente armazenados eletronicamente (e/ou fisicamente) reduz exposições judiciais e facilita a transmissão e conhecimento para outros projetos similares.

Leia mais ...

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Livros

Gerenciamento Projetos

Artigos