Menu

Projetos e o estresse de cada dia

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

No ambiente de projetos é usual a existência de situações de estresse (stress) e conflitos, como consequência de pressões para que não haja extensão de prazos e/ou do orçamento do projeto. Questões interpessoais também fazem parte deste cenário, por vezes, criando um ambiente tenso e agitado. O estresse pode atingir qualquer profissional do projeto, seja o gerente, o patrocinador, os integrantes da equipe, ou até mesmo, os fornecedores.

Leia mais ...

Procuram-se Gerentes de Projetos

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

A sigla “CHA” vem sendo usada no universo de Recursos Humanos, representando Conhecimento, Habilidades e Atitudes. O Conhecimento é relacionado ao “saber” – conceitos, teorias, ferramentas e técnicas; em contrapartida, as Habilidades estão relacionadas em “fazer” – experiências já realizadas, vivências, domínio prático e contínuo de um determinado tema. Finalmente, as Atitudes relacionam-se a algo mais sutil, que são inerentes a cada pessoa, englobando os valores, os aspectos de motivação, colaboração e carisma.

Leia mais ...

Trabalho em grupo: envolvimento e feedback são essenciais para qualquer tarefa

por Fatima Patz da Konversacio

 

Cada vez mais as atividades estão interligadas, as soluções estão mais complexas pelo número de componentes e pessoas que se conectam numa atividade ou trabalho. O trabalho em grupo é cada vez mais crítico para a conclusão com sucesso de projetos. 

Afinal o que é um grupo? Como podemos definir um grupo? Podemos dizer que grupo são pessoas conectadas para atingir um objetivo? Seria esta uma boa definição?

Leia mais ...

Equipes virtuais em projetos: mais presentes que nunca!

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

Durante os últimos anos, muito se discutiu acerca da eficiência da utilização de equipes virtuais nos projetos. Independentemente de qualquer posição favorável ou desfavorável sobre o tema, evidencia-se que a utilização de equipes virtuais se torna cada vez mais rotineira nos projetos, por inúmeras razões. Para tanto, torna-se oportuno apresentar a definição de Equipe Virtual contida no PMBOK (Project Management Body of Knowledge) que é um grupo de pessoas com um objetivo compartilhado que executam suas funções sem se encontrarem pessoalmente na maior parte do tempo e que pode ser formado por pessoas separadas por grandes distâncias. 

Leia mais ...

Feliz Ano Novo, sob a ótica de projetos

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

É relativamente comum no final de dezembro ou início de janeiro que façamos uma avaliação do ano que passou, e também que elaboremos planos para o ano entrante. Planos esses que permeiam aspectos familiares, de lazer, de desenvolvimento profissional, de realização de cursos, de melhoria na qualidade de vida, de realização de atividades físicas, dentre outros. Evidentemente que cada pessoa tem sua estratégia para registrar esses planos: alguns os deixam apenas na memória, outros registram seus planos em folhas de papel para acompanhamento, outros fazem o mesmo, porém nunca mais encontram a folha na qual registraram seus planos. Alguns já registram seus planos em notebooks e tablets. A vantagem de realizar algum registro é a materialização dos planos.

Leia mais ...

Profissional reflexivo: mais uma demanda para o gerente de projetos?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

O filósofo e professor norte-americano John Dewey (1859-1952) tinha como posição que o aprendizado só ocorre quando há uma situação de “problema real” para ser resolvida. Seu seguidor, orientando em tese de doutoramento Donald A. Schön (1930-1997) afirmava que com base nos conhecimentos teóricos e na experiência prática é possível solucionar um problema passando pelas fases de caracterização da situação problemática, desenvolvimento da sugestão, observação, experimentação, reelaboração intelectual e verificação dos resultados.

Leia mais ...

Como gerenciar projetos que envolvem demissão

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Os projetos nas organizações têm diferentes finalidades: melhorar a qualidade de seus produtos e serviços, reduzir os tempos nos processos de negócios, aumentar a receita, reduzir os custos, melhorar o fluxo de caixa, fidelizar seus clientes, modernizar seu processo produtivo, aumentar a produtividade, melhorar a imagem institucional, aumentar o market share; porém, estes objetivos invariavelmente têm um denominador comum: a competitividade da organização no segmento em que atua.

Leia mais ...

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Artigos

Artigos Gerenciamento de Projetos