Menu

A geração que tem pressa

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

“Ninguém na organização reconhece meu valor, minha capacidade e meu desempenho. Sou muito mais produtivo que muita gente que trabalha comigo. Estou muito bem preparado. Sou mal remunerado e sinto-me estagnado. Não me avaliam como mereço. Se não me derem o valor que tenho, caio fora”. 

Você já ouviu algumas frases como essas? Ou talvez, você já disse (ou diz) frases com conteúdo similar? Ouço com frequência desabafos como esses serem proferidos por alunos, ex-alunos, amigos e familiares que têm em comum o ano de nascimento. São jovens nascidos na década de 1980 (jovens da Geração Y) ou na década 1990 (Geração Z, os nativos digitais).

Leia mais ...

Soft skills de um gerente de projetos

Por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Desde o início dos anos 1980 adquiri um hábito dominical: comprar o jornal “O Estado de S. Paulo” com objetivo de consultar os Classificados de Empregos. Esse ritual tinha por objetivo identificar as demandas do mercado de trabalho e as tendências, sobretudo porque nas décadas passadas, a presença da Internet neste segmento ainda era incipiente. Ademais, esse caderno era uma referência nacional, tanto que muitas organizações de outras unidades da federação anunciavam no jornal paulista com o objetivo de contratar profissionais qualificados, pois sabiam de sua penetração em nível nacional.

Leia mais ...

8 razões para participar de um Congresso Brasileiro em Gerenciamento de Projetos

Por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Participar de congressos nacionais na área de gerenciamento de projetos é uma condição sine qua non (do latim, sem o qual não pode ser) para desenvolvimento/atualização do profissional da área. A participação propicia pelo menos, oito benefícios diretos. É o que se pôde constatar participando do XI Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos realizado em Belo Horizonte em meados de junho.

Leia mais ...

Sua “marca” pessoal nas redes sociais e sua carreira profissional

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

 

Gostemos ou não, queiramos ou não, cada um de nós tem uma “marca” (brand) associada a sua pessoa. As opiniões são formadas sobre nós, do mesmo modo que de um produto ou serviço. A diferença é que nós temos uma participação na formação desta “marca”: por aquilo que falamos, que escrevemos, pelas fotos que publicamos, pelo compartilhamento de vídeos, de links, pela expressão de nossas opiniões e sentimentos, pelas nossas atitudes. E neste contexto, as redes sociais exercem um papel fundamental; afinal você não é usuário do Facebook? Não tem uma conta no LinkedIn? Instagram? Tweeter?

 

Leia mais ...

Planejamento e gestão de carreira: mais que possível, uma necessidade!

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

Há algumas décadas passadas a expressão “planejamento e gestão de carreira” era completamente desconhecida dos profissionais e executivos de Recursos Humanos. Em geral, a pessoa escolhia uma determinada profissão e buscava a formação compatível para o exercício. Em seguida, se vinculava a uma organização, quando então, seu caminho profissional era determinado pelas necessidades da própria empresa, que lhe dava formação complementar para o desempenho de novas funções e responsabilidades. 

Leia mais ...

Como faço para ser um Gerente de Projetos?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

É relativamente comum ouvir a pergunta: “Como faço para ser um Gerente de Projetos?”. Esta questão surge não somente no meio acadêmico, como também, no mundo corporativo. Isto decorre da valorização que vem sendo dada à profissão, tanto em termos de reconhecimento social como de novas oportunidades de carreira, incluindo, remuneração atraente. A resposta à pergunta não é simples, pois envolve basicamente três aspectos relevantes. O primeiro, a pessoa interessada em atuar na área de Gerenciamento de Projetos precisa saber “o que faz” este profissional; o segundo, quais são “as habilidades e conhecimentos necessários” (incluindo cursos) para se tornar um Gerente de Projetos; e finalmente, o terceiro aspecto é como “adentrar à área”.

Leia mais ...

Certificação PMP: benefícios para os Gerentes de Projetos

Artigo de Walter Dias Júnior e Armando Terribili Filho publicado em 2011 na 7a. edição da Revista Eletrônica da Fundação Educacional São José - Faculdade Santos Dumont, da cidade de Santos Dumont (MG), que aborda o tema "Certificação PMP" (Project Management Professional) e os benefícios para os profissionais certificados. Para elaboração do artigo foram pesquisados dez profissionais da área de Tecnologia da Informação que são certificados PMP pelo PMI - Project Management Institute. Como dados secundários para desenvolvido do trabalho foram utilizados os resultados do Benchmarking em Gerenciamento de Projetos - Brasil, evidenciando-se a consistência entre os dados primários e os do benchmarking. Os resultados apontam que a certificação PMP trouxe aos profissionais: valorização, reconhecimento, conhecimento e novas oportunidades de trabalho.

Leia mais ...

Contratação de gerentes de projetos: certificados ou com pós-graduação?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

Nas empresas e nas instituições de ensino esta pergunta é rotineira. O que é mais valioso para contratar um profissional na área de projetos: ter uma certificação profissional ou ter cursado uma pós-graduação específica na área? A certificação profissional mais conhecida na área de Gerenciamento de Projetos é a PMP – Project Management Professional, concedida pelo PMI – Project Management Institute. Para obtenção do certificado, o candidato deve ser aprovado em um exame com 200 questões e duração de 4 horas.

Leia mais ...

Entrevista do Diretor Executivo da Impariamo ao PMI-SP

Matéria publicada no dia 22/05/2014 no e-News de Maio/2014 do PMI São Paulo, conforme entrevista a Alexandre Enrique. São 10 questões tratando da qualificação profissional no País e da carreira de Gerente de projetos.
 
Q1) Armando, por gentileza, descreva sua formação acadêmica e sua atual posição no mercado de trabalho.
 
Sou graduado em Matemática pela Fundação Santo André, curso direcionado à área de Tecnologia da Informação. Como sempre atuei em consultoria e optei por fazer meu mestrado em Administração de Empresas na FECAP, em São Paulo. Visando aprimorar meus conhecimentos de didática, pois conduzi minha carreira acadêmica em paralelo à corporativa, trilhei pelo caminho de fazer meu doutorado em Educação na UNESP de Marília (SP). No momento, estou concluindo meu pós-doutorado em Educação pela UNESP abordando os aspectos metodológicos no gerenciamento de projetos de inovação para a Educação Superior.
 
 
Leia mais ...

O que fazer depois da graduação?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO 

Todos sabem da importância em obter um diploma de curso superior, pois além de representar um reconhecimento social, é também condição mínima para a inserção e competição no mercado de trabalho primário. Se nos anos 1960 o sonho da família brasileira era a conquista da casa própria e do carro de família, nos anos 1970 a conquista do diploma em nível superior virou o alvo de milhões de jovens brasileiros. A partir deste período, como o Estado não conseguia oferecer vagas nas universidades públicas para acompanhar a demanda existente, houve uma verdadeira explosão dos cursos nas instituições particulares, sobretudo no período noturno. A expansão quantitativa das faculdades e dos cursos noturnos não foi acompanhada da qualidade necessária. Esta situação permeou boa parte das instituições de ensino do país e teve seu reflexo na formação dos nossos estudantes, nos aspectos profissional, social, cultural e ético. 

Leia mais ...

Planejar a carreira é factível ou modismo?

por Armando Terribili Filho da IMPARIAMO

De tempos em tempos, novas buzzwords surgem no mercado atingindo de forma implacável empresas, executivos e profissionais de todos os níveis. Nos anos 1980, as palavras de ordem no meio empresarial eram os Programas de Qualidade Total e a Certificação ISO 9000; enquanto que para os profissionais, exigia-se diploma de curso superior. Nos anos 1990, o apelo volta-se para os cursos de MBA (Master Business Administration), que passam a ser fatores de diferenciação na contratação de profissionais no mercado, enquanto as empresas se preocupam em realizar reengenharias e downsizings.

Leia mais ...

Cursos e Workshops

Consultoria

Impariamo...

Artigos

Artigos Gerenciamento de Projetos